Quantas vacinas Formosa recebeu quais grupos serão prioritários

Formosa recebeu 1.490 doses da vacina Coronavac (Sinovac/Butantan)

Na data de 19/01/2021 o município de Formosa recebeu 1.490 doses da vacina
Coronavac (Sinovac/Butantan) destinadas ao seguinte grupo prioritário:

Os protocolos de segurança contra o coronavírus devem continuar. Cuide-se!

Calendário de Vacinação contra covid-19 em Formosa

Conforme nota da Secretaria de Estado de Saúde do Estado de Goiás, que apresenta as diretrizes e orientações para a Vacinação Contra a COVID-19, segue o seguinte calendário de vacinação no município de Formosa:

  • De 15/02 a 21/02: grupo das pessoas acamadas acima de 60 anos, e todos os idosos acima de 90 anos.
  • De 22/02 a 28/02: pessoas de 85 a 89 anos.
  • De 01/03 a 07/03: pessoas de 80 a 84 anos.
  • De 08/03 a 14/03: pessoas de 75 a 79 anos.
  • De 15/03 a 21/03: pessoas de 70 a 74 anos.
  • De 22/03 a 28/03: pessoas de 65 a 69 anos.
  • De 29/03 a 04/04: pessoas de 60 a 64 anos.

A vacinação ocorrerá nas três unidades abaixo, com salas destinadas exclusivamente à vacinação contra o COVID-19:

Unidade 01 – Bairro Formosinha

Unidade 05 – Setor Nordeste

Unidade 15 – Vila Carolina

IMPORTANTE: – No caso dos pacientes acamados com mais de 60 anos, haverá equipe volante destinada à vacinação in loco.

Para isso, os familiares ou responsáveis devem comparecer à UBS mais próxima de sua residência para realizar o cadastro. Após isso, a equipe entrará em contato para o agendamento da vacinação, que será feita na residência do idoso.

Grupos Prioritários para receber a vacina Coronavac

Pessoas com 60 anos e mais, residentes em instituições de longa permanência
(institucionalizadas), bem como os trabalhadores da saúde destes locais;

Pessoas maiores de 18 anos, com deficiências, residentes em Instituições Inclusivas
(institucionalizadas), bem como os trabalhadores da saúde destes locais;

Trabalhadores da saúde, seguindo a seguinte ordem de prioridade:

Trabalhadores dos Hospitais de Campanha;

Trabalhadores dos Hospitais públicos e privados que atendem pacientes com COVID-19
(Priorizando aos trabalhadores das áreas de UTI, emergência, unidades de internação de pacientes
com COVID-19);

Trabalhadores do Serviço móvel de Urgência (SAMU) e Unidades de Pronto Atendimento
(UPA).
Posteriormente, na data de 26/01/2021 foram recebidas 1.080 doses da vacina
AstraZeneca/Universidade de Oxford/Fiocruz/Serum Índia destinadas exclusivamente a
categoria dos trabalhadores de saúde, com prioridade inicial para:

Equipes de vacinação que estiverem inicialmente envolvidas na vacinação

Trabalhadores dos serviços de saúde públicos e privados, tanto da urgência quanto da atenção

básica, envolvidos diretamente na atenção/referência para os casos suspeitos e

confirmados de covid-19 seguindo a seguinte ordem de prioridade: Trabalhadores dos Hospitais

de Campanha; Trabalhadores dos Hospitais públicos e privados que atendem pacientes com

COVID-19 (Priorizando aos trabalhadores das áreas de UTI, emergência, unidades de internação

de pacientes com COVID-19);Trabalhadores do Serviço móvel de Urgência (SAMU), Unidades

de Pronto Atendimento (UPA) e Sistema Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergências

(SIATE); Trabalhadores dos ambulatórios envolvidos diretamente na atenção/referência para os

Casos suspeitos e confirmados de COVID-19

No primeiro momento foram imunizados todos os idosos com 60 anos ou mais residentes

nas Instituições de Longa Permanência e pessoas com deficiência institucionalizadas. Logo após

iniciou-se o processo de vacinação dos trabalhadores de saúde onde médicos, enfermeiros e

técnicos de enfermagem foram priorizados.

Com a imunização dos trabalhadores de linha de frente finalizada passaram a ser

vacinados os demais profissionais da saúde: médicos, enfermeiros e técnicos, dentistas atuantes

nas Unidades Básicas de Saúde, psicólogos, fisioterapeutas, biomédicos, fonoaudiólogos,

assistentes sociais, nutricionistas e farmacêuticos; como também os trabalhadores de apoio como

recepcionistas, seguranças, equipe de limpeza e motoristas de ambulâncias.

A vacinação tem sido realizada in loco, tanto no setor público como no setor privado

no momento atual as equipes vacinadoras estão empenhadas na imunização de trabalhadores

atuantes em clínicas médicas do município. Segundo o cronograma elaborado pelo Núcleo de

Vigilância Epidemiológica os próximos profissionais/trabalhadores a receberem a 1ª dose da

vacina serão dentistas da rede privada, farmacêuticos e balconistas atuantes em drogarias,

profissionais da educação física, médicos veterinários/técnicos e auxiliares, cuidadores de idosos,

funcionários do sistema funerário que tenham contato com cadáveres potencialmente

contaminados, acadêmicos em saúde e estudantes da área técnica em saúde em período de estágio.

O processo de imunização tem sido acompanhado pelo setor de Vigilância Sanitária Municipal

Cabe ressaltar que todo o processo de imunização tem sido acompanhado pelo setor de
Vigilância Sanitária Municipal, a fim de garantir cumprimento das normas sanitárias e vacinação em total acordo com os grupos priorizados.