Águas Lindas de Goiás, Formosa e Luziânia, no Entorno de Brasília, são os campeões em registros de furtos de energia

🎯 Formosa esta entre as cidades campeãs em roubo de energia

Energia furtada anualmente seria suficiente para abastecer uma cidade do porte de Anápolis por um ano

Três municípios do entorno são campeões de gatos de energia

🏘️ Os municípios goianos de Águas Lindas de Goiás, Formosa e Luziânia, no Entorno de Brasília, são os campeões em registros de furtos de energia identificados pela companhia.

Somente em 2020, a companhia inspecionou 297 mil unidades consumidoras, entre residências, comércios e indústrias, com suspeitas de fraudes em todo o Estado.

Destas, cerca de 66 mil apresentaram alguma irregularidade e foram regularizadas após inspeção da companhia.

Em Goiás é furtado o equivalente a 131 Gigawatt-hora

💡 Em Goiás, a distribuidora estima que, anualmente, é furtado o equivalente a 131 Gigawatt-hora (GWh), energia suficiente para abastecer, por exemplo, todo o município de Anápolis por um ano.

😾 Além de ser crime, o furto de energia, popularmente conhecido como “gato”, prejudica diretamente a qualidade do fornecimento de energia e põe em risco a população, principalmente as pessoas que manipulam a rede elétrica sem a capacitação adequada e os devidos cuidados.

Enel e Polícia Civil

🚔 Em 2020, a Enel, em parceria com a Polícia Civil, realizou 13 ações de combate ao furto de energia em Goiás e cerca de 20 pessoas foram presas.

Em 2021, apenas nos dois primeiros meses do ano foram efetuadas 14 operações, o que mostra uma tendência de crescimento do número de casos em relação ao ano passado ↗️.

Clientes podem e devem denunciar

☎️ Os clientes da Enel podem denunciar o furto de energia pelo site da companhia (http://www.enel.com.br), pelo aplicativo Enel Goiás ou pela Central de Atendimento (0800 062 01 96). Não é necessário se identificar.

📻 A diretora de Operações Comerciais da Enel Distribuição Goiás, Alessandra Kozlowski, explica um pouco mais sobre essas ações neste áudio.
#EnelporGoias

ouça o áudio