Policia Civil prende suspeita de agressão e proprietária de um bar, o qual era usado para programas sexuais, por cerca de dez garotas

11ª REGIONAL DE FORMOSA – DELEGACIA DE POLÍCIA DE ALTO PARAÍSO DE GOIÁS

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Polícia de Alto Paraíso, efetuou prisão em flagrante de uma suspeita pelos crimes de lesão gravíssima, por deformidade permanente, e rufianismo qualificado pela violência.

A suspeita é proprietária de um bar, o qual era usado para programas sexuais, por cerca de dez garotas. A suspeita tirava proveito da prostituição alheia, cobrando cerca de 50% dos programas realizados pelas garotas em São João D’Aliança.

Além disso, a suspeita coagia as garotas para que realizassem o programa a baixo custo.

Na data de ontem, umas das garotas que realizavam programa no local foi agredida pela suspeita com duas garrafas de vidro. As agressões ocorreram no rosto da vítima, a qual teve que levar pontos 18 na face. Vitima e testemunha relataram que a suspeita, reiteradamente, ameaça e agredia as garotas.

Há denúncias de que a suspeita também praticava o crime de rufianismo com menores de idade.

Diante dos fatos, foi efetuada a prisão em flagrante da suspeita pela Polícia Civil.

Realizada as comunicações de praxe, o preso foi recolhido à unidade prisional e encontra-se à disposição do Poder Judiciário.

O nome da suspeita não foi divulgado. Por isso, não encontramos a defesa para se manifestar.