A amizade entre a irmã da minha amiga e eu

Uma bolha de ar se formou no vento que soprava para o leste da nave da Igreja onde estava uma jovem doutora sentada assistindo a um recital de poesias.

Padre Joacir d’Abadia,

Dentro da bolha foi um par de olhos que, melindrosos e tímidos por questão de essência, não conseguiram enxergar a “douta” atenta a tudo que acontecia.

Padre Joacir d’Abadia

Sorria ou aplaudia as apresentações tanto quanto os demais convidados

Nos recitais mais poéticos, cantarolados em versos bíblicos, se fazia menção honrosa à ilustre convidada que, vez por outra, sorria ou aplaudia as apresentações tanto quanto os demais convidados. A naturalidade que pendia daqueles pobres olhos ao enxergarem os visitantes não deixava se destacar entre todos uma única pessoa. Enxergavam todos, sem, no entanto, veem alguém em particular.

Aquele par de olhos que se perdeu na imensidão das pessoas

A bolha só explodiu quando de repente termina o recital, e uma poetisa repentinamente chega próximo do curador e diz que sua amiga que viera para prestigiá-la ficara encantada com a apresentação e que gostaria de parabenizá-lo pelo evento tocante às entranhas mais nostálgicas possíveis.

Assim que se apresentaram, aquele par de olhos que se perdeu na imensidão das pessoas podia encontrar-se junto com seus novos olhos destacados “entre mil”, ajudando, com isso, dois olhares se cruzarem despedindo-se e seguindo para seus mundos diferentes, porém iguais em timidez.

A importância da força feminina contra a violência que emerge no seio familiar

Depois de três meses, parece que tudo estava se repetindo: a bolha de ar com os dois olhos passeava por entre bancos de madeira até que eles próprios conseguiram explodi-la, evidenciando a doutora entre os “mil” e, com esta proeza, o curador conseguiu fazer com que a sua fala ganhasse autoridade a cada palavra proferida pela convidada que discursou exaltando a importância da força feminina contra a violência que emerge no seio familiar.

os olhares se fizeram amigos sem necessidade de se esconderem entre bolhas de timidez

A partir daquele dia os olhares se fizeram amigos sem necessidade de se esconderem entre bolhas de timidez: “assim está sendo uma amizade entre a irmã da minha amiga e eu”, disse um filósofo enquanto parabenizava a doutora _”Parabéns à sua ‘irmã’!”.

Padre Joacir d’Abadia, filósofo autor de 12 livros, Especialista em Ensino Universitário

Acesse as mídias sociais do Padre Joacir D’abadia e receba atualizações de seus conteúdos

Segue aí