Artistas

Padre Joacir d’Abadia Razão e Sensibilidade na Vida Espiritual

Razão e Sensibilidade na Vida Espiritual As virtudes não são agradáveis aos sentidos, pelo contrário, elas confrontam os sentidos a fim de ordená-los. Os cristãos devem atuar pela razão no caminho de Deus. Para São João da Cruz, o uso da razão na espiritualidade é fundamental, para não se cair num sentimentalismo unitivo. Na vida …

Padre Joacir d’Abadia Razão e Sensibilidade na Vida Espiritual Leia mais »

Um dos melhores comunicadores da Rádio 92 FM fez uma despedida emocionante aos colegas

Caros colegas, amigos e ouvintes da Rádio 92 FM, venho através desta expor meu carinho e respeito a todos vocês. No dia 19/08/2002 eu completava meus 15 anos de vida e exatamente neste dia iniciava minha carreira como Locutor de Rádio. Comecei cedo a trabalhar, ainda na infância com 11 anos de idade fui trabalhar …

Um dos melhores comunicadores da Rádio 92 FM fez uma despedida emocionante aos colegas Leia mais »

Antonio Victor nos presenteia com mais um Soneto, Naufrágio

NAUFRÁGIO Por quantos anos naveguei teus olhosmar de ternura onde afoguei meus sonhos Duras saudades que hoje vêm-me aos molhosbeijar as praias do meu cais tristonho Por quantos anos naveguei-te a palmada mão amiga que aprendi de corPor quantos anos naveguei-te a almaem devaneios que tingi de amor Por quantos anos eu beijei-te a bocasem …

Antonio Victor nos presenteia com mais um Soneto, Naufrágio Leia mais »

Padre Joacir d’Abadia nos trás em palavras mais um bela reflexão

Uma profecia filosófica para a vida Já está na hora de sairem nas ruas pedindo o direito de viver? Será que esta vacina consegue trazer paz para a humanidade? Acredito que há muito mais coisa nesta pandemia do que se imagina! Sua consequência na vida das pessoas será incalculável. Já são perceptíveis seus rastros na …

Padre Joacir d’Abadia nos trás em palavras mais um bela reflexão Leia mais »

Saudades à martelo! tudo por um abraço! Seria querer muito? Um aperto de mão

Saudades à martelo! Padre Joacir d’Abadia Neste instante eu fazia de tudo por um abraço! Ora pois! Seria querer muito? Um aperto de mão, dada minha condição saudosa, significaria um todo mesclado de nada. Uma martelada na saudade, todavia. Destarte, um olhar longínquo já contentaria este disparate. Quebraria vidros com um martelo se não tivesse …

Saudades à martelo! tudo por um abraço! Seria querer muito? Um aperto de mão Leia mais »